Aleatório

13 de junho de 2011
Escrevo só por não ter o que fazer, deve ser isso. Que seja.

Bom, hoje minha aula foi basicamente ver filme. Sim, ver filme, como na quarta série. O estranho é que to na faculdade, mas tudo bem, isso é detalhe. O filme que foi passado foi (eu tenho que parar de repetir tantas palavras, isso não é legal *nota mental*) X-Men. Legendado. Só entendi o filme porque meu alemão e meu inglês são muito fluentes (mentira), porque né, aquela legenda maravilhosa toda sobreposta e vinda direta do Google Tradutor não tava muito entendível(?). Tipo, eu prefiro um milhão de vezes assistir um filme legendado do que dublado, parece que tem mais emoção. Mas só é legal quando se pode entender o que está escrito, oras professor. O mais legal é que terei que fazer anúncios de divulgação para este. Bora lá.

Hm, hoje, enquanto eu caminhava até a lotérica (sim gente, eu caminho), eu notei que quando eu ando, seja lá onde for, eu nunca presto atenção onde estou caminhando. Sabe quando se aciona algo no automático e deixa acontecer? É mais ou menos isso. Acho que isso é parecido com escrever (sente só as minhas comparações): tu não repara nas letras que está colocando no texto, apenas escreve, coloca isso no modo automático. Desde que faça sentido e te leve a (esqueci as regrinhas de crase, desculpa) algum lugar, tá bom. Quando caminho penso em tudo, menos no trajeto. Talvez pessoas me chamem a atenção, mas no máximo isso.

Eu acho que faço com minha vida algo parecido. Não presto atenção direito no que acontece (se é que acontece algo), apenas deixo no automático e continuo. Isso deve acontecer também com outras pessoas, acredito eu.

0 comentários :

Postar um comentário

 

Follow by Email

Theme e conteúdo por Marina R. - © Marina's Journal 2011 ~ 2017