Insônia — Marcelo Carneiro da Cunha

2 de fevereiro de 2012
Não tenho taaanto livro em casa, não tenho o costume (lê-se dinheiro) de comprar livros. A maioria que leio são emprestados de amigos (ou não) e, na maior parte, de bibliotecas. Hoje então eu fui dar uma olhadinha nos que eu tenho aqui em casa pra falar sobre, e acabei me deparando com o livro-da-minha-adolescência.

"Insônia" conta a história de Cláudia, uma guria que perdeu a mãe muito cedo e que se  vê obrigada a cuidar das responsabilidades de casa (porque o pai dela, Rafael, é desligado demais). Com todo esse cuidado com as coisas de casa, acaba não tendo muito tempo para curtir a vida. Resolve então achar companhia pro pai dela.

Detalhe: toda a história se passa nos 90*, quando a internet não era lá aquelas coisas e não era tão difundida como tá agora, obviamente. Mas, mesmo assim, ela acaba tendo um admirador secreto na internet que, por ser tímido, prefere se mostrar assim.

A história é bem adolescente, não posso negar (no livro diz literatura infanto-juvenil), e talvez um pouco clichêzinho em alguns pontos. Mas mesmo assim li umas dez vezes (é sério). A capa é um tanto berrante com esse verde e rosa, mas vai por mim, depois de um tempo com o livro na mão os olhos param de doer.

*O livro é dos anos 90 e a história também é. Com isso tem várias gírias daquele tempo. As versões atualizadas desse livro trocam nomes citados e algumas dessas gírias (e o final também parece meio estranho, q). Recomendo severamente a versão não-atualizada.

Editora: Projeto
Autor: Marcelo Carneiro da Cunha
Ano:1996
Número de páginas: 181
  1. Acho que também li uma 10 vezes, ainda é um dos meus favoritos, por ter marcado. O que tu tem é do Érico, né? Isso é crime, nah nah.

    /dily

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. SIM, o que eu tenho é o do Érico e com muito orgulho, okok Dilyzinha u_u
      E nem é crime, eles nem precisavam mais desse, colocaram uma nova edição lá Q.
      E sim, também é um dos meus favoritos <3

      Excluir

 

Follow by Email

Theme e conteúdo por Marina R. - © Marina's Journal 2011 ~ 2017