Sobre aquele que me acorda de manhã

8 de fevereiro de 2012


Tenho certeza que meu gatinho deve estar fazendo um curso intensivo de Como Irritar Sua Dona Pela Manhã. Não sei aonde, não sei como, mas sei que está fazendo. Porque, meu Deus, nunca vi criaturinha mais chatinha (e fofa ao mesmo tempo, não dá pra negar).

É mais ou menos assim: eu estou dormindo, bem feliz, aí acordo com um susto. Até aí tudo bem, é normal eu acordar com sustos. Abro os olhos, bem confusos, e vejo um focinho rosado se aproximando de mim e achando minha respiração muito legal. Depois desse momento, meu gatinho passa a achar minhas pálpepras muito divertidas, já que se mexem. Tenho que tomar cuidado pra ele não resolver brincar com meus olhos e eu acabar um dia desses sem.

Depois disso, o próximo alvo são as mãos. Mãos, mãos, mãos, muitas mãos pra ele brincar. Mas eu não posso movê-las para nenhum lugar, que meu lindo gatinho vai perseguir, e morder, e arranhar, e lamber (eca). Tento colocar ele para dormir nos meus pés, mas acontece a mesma situação que com as mãos, o que é ligeiramente pior.

Nesse ponto ele já ficou cansado suficiente e com fome pra sair correndo atrás do meu pai pra pedir comida.

Mas minhas reclamações disso são bem toscas. Eu amo quando meu gatinho vem me acordar, quando fica com aquela carinha-de-gato-de-botas pra mim e olhinhos arregalados querendo brincar. Mas meu medo de ficar sem meus olhos é um tantinho real.
  1. Tudo tem um lado nada bom... Adorei as descrições, principalmente quando você deixa bem claro seu amor por esse anjinho...rs.
    Att.,
    Luks

    ResponderExcluir

 

Follow by Email

Theme e conteúdo por Marina R. - © Marina's Journal 2011 ~ 2017