Violino - trecho

9 de abril de 2012
Sou fã de bibliotecas de longa data, e já disse isso aqui algumas vezes. Geralmente vou à biblioteca pública, a que fica no Centro de onde moro, mas ultimamente estou com uma preguiça maior que a de sempre, então acabo sempre deixando pra depois, e depois, e depois, e acabo nunca indo.

Hoje a aula acabou mais cedo. Não tinha nada para fazer, o ônibus ia passar no mesmo horário de sempre. Fui fazer uma visita às estantes, passar os dedos por cima dos títulos, pesquisar capas que me chamassem a atenção. A maioria dos livros que tem na biblioteca da faculdade são objetivos aos cursos, mas consegui encontrar uma estante de literatura americana, e peguei para ler "Violino", de Anne Rice. Nunca li nada dela, então resolvi que seria uma boa hora para conhecer. O livro parece interessante, a sinopse diz se tratar de uma mulher apaixonada pela música e um fantasma que a assombra, e compartilham da mesma paixão.

"É como uma música caminhante, a música de alguém que sobe obstinadamente, quase raivoso, uma montanha. É ir em frente, como se a pessoa nunca fosse parar. Então a música chega a um lugar tranquilo, como se entrasse nos Bosques de Viena, como se a pessoa ficasse repentinamente imóvel e exultante e tivesse a vista que esperava da cidade e pudesse atirar os braços para o alto - dançar em círculos. A trompa está lá, o que sempre nos faz pensar em bosques, vales e pastores; podemos sentir a paz, a quietude dos bosques, o platô de felicidade daquela pessoa ali parada, mas de repente...

... de repente entra o tambor. E a caminhada recomeça, montanha acima, a determinação de andar e andar. De andar e andar."

(Anne Rice in: Violino. Ed. Rocco, p.13)
  1. Olá, parabéns pelo seu blog.
    Te convido a conhecer o meu,
    http://carmasepalavras.blogspot.com/

    ;)

    ResponderExcluir

 

Follow by Email

Theme e conteúdo por Marina R. - © Marina's Journal 2011 ~ 2017