Já errou de ônibus hoje?

14 de julho de 2012
imagem daqui

Andar de ônibus às vezes pode ser uma aventura. Pego o coletivo todos os dias para ir à aula, e todos os dias volto com ele. Mas nem sempre é o mesmo ônibus, o mesmo trajeto, o mesmo motorista. E aí que mora o delicioso perigo de entrar no verdinho* errado.

Pego o ônibus todos os dias mais ou menos na mesma hora. Tem dias que eu me atraso e tem dias que eu me atraso muito, isso varia. Mas sempre atraso, é certo.  Como a maioria das vezes eu vou correndo para a parada no momento certeiro que o ônibus está passando, nem vejo a inscrição de destino que há na frente (porque não tem como) e me adentro bufando pela corrida. 

Depois da corridinha básica e da entrada escandalosa, decido o que é melhor: passar a roleta e ficar de pé, ou então ficar ainda lá atrás e do mesmo jeito de pé (não sei como é na cidade de vocês, mas aqui se entra por trás e se sai pela frente – opa!). Quando tenho a sorte de perceber que alguém está prestes a se levantar, já fico à espreita só esperando o momento exato e substituo o lugarzinho precioso. Aí então é só alegria. Como não curto ouvir música no ônibus porque não gosto de ouvir nada muito alto com os fones de ouvido, principalmente nesses pequenos (dá dor de cabeça), sigo a grande viagem – de no máximo 20 minutos – apenas lendo.

Se você já leu alguma coisa no ônibus deve saber que é muito chato tentar se concentrar em alguma coisa enquanto balança, né? Por isso eu nunca leio algo que vá mudar a minha vida durante um trajeto simples, como ir para a aula. Não dá para estudar, não dá para ler um livro grandão e com letras pequenas, não dá para ler um texto que te obrigue a pensar. É complicado e ao mesmo tempo um baita esforço. Pra isso existem livros infanto-juvenis com letras garrafais e espaçamentos que mais parecem abismos. Sem falar da escrita simples. E é exatamente esse tipo de livro que carrego na bolsa: de fácil leitura e com letras amigáveis para os olhos.

E, se a leitura é fácil e as letras ajudam, a coisa flui. Você nem percebe o trânsito, a pessoa que sentou do seu lado (e que saiu, quem veio depois...). Quando você se empolga numa leiturinha o mundo para um pouco também, mesmo que por alguns minutos. Quer dizer, você ainda sabe que está dentro de um ônibus, que há pessoas em volta, que uma hora você vai ter que descer, mas só por ter uma distração se fica meio perdido.

Quem me conhece sabe que sou muito perdida. Por isso não consigo ler tanto quando estou num ônibus – porque me perco fácil na leitura e porque tenho medo de ter pegado o ônibus errado. Nunca se sabe né. Melhor garantir dando uma olhada pela janela para saber se é o mesmo trajeto de sempre ou se estou num bairro completamente diferente, enquanto viro a página. E tem vezes que eu realmente acho que estou num bairro completamente diferente.

Tem vezes que levanto os olhos do livro, quase dormindo, olho para o lado e percebo que nunca vi tal rua. Aí olho para o lado, para trás, para as pessoas lá da frente, e não tem ninguém que eu conheço, quer dizer, as pessoas que sempre fazem o mesmo trajeto que eu. Olho para o cobrador que nunca vi, para as casinhas lá fora desconhecidas e tenho uma imensa vontade de me levantar e dizer para o motorista:

– Seu moço, o caminho tá todo errado, assim tu não vai me levar pra casa. Presta mais atenção por favor.

Mas desconheço o moço que dirige e tenho preguiça de me levantar. Aí a partir desse ponto procuro pensar que, se der sorte, chego em casa. Qualquer coisa, sempre levo dinheiro para imprevistos, como ficar perdida e ter que voltar com outro ônibus.

O engraçado de tudo é que eu nunca peguei ônibus errado, sempre só fiquei no quase, na expectativa de ter me enganado devido à distração crônica. No final sempre percebo que o trajeto estranho que foi feito é de fato estranho para mim, porque nunca parei para prestar atenção. Ou até mesmo é outro caminho de outro horário, e eu sou a tonta de não ter percebido isso antes. Mas gosto de ignorar o fato de saber que estou certa quando pego um ônibus (mesmo que totalmente distraída) só pra ter a sensação de estar em iminente território estranho e assim ter que imaginar o que fazer. Sabe, só pra fingir que estou num momento perigoso e a partir daí tudo ser uma grande aventura. Vai saber.

*O ônibus aqui da minha cidade é todo verde abacate, uma lindeza.
  1. calak, agora que vi esse post leembrei que eu minha vó tinhamos pegado um onibbus errado, era pra gente ir para caxias, e a gente pegou o onibus indo para ipanema! kkk

    http://debysabetudo.blogspot.com

    ResponderExcluir
  2. iii, falando de ônibus me fez lembrar de várias coisas..todos os dias no mesmo ônibus e com as mesmas pessoas que acabei conhecendo o meu amor e começando a namorar..no ônibus.


    http://geracaoopiniao.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Amei o texto. Nunca me perdi em nenhum não :P

    "– Seu moço, o caminho tá todo errado, assim tu não vai me levar pra casa. Presta mais atenção por favor." ri muito nessa parte, kkkkkkkkkk.

    Bjs, Laila.

    ResponderExcluir
  4. Oi (:
    Gostei muito do texto, sempre tenho a mesma sensação quando entro num ônibus, mas costumo pegar os amarelinhos, que fazem o caminho circular na minha cidade...
    Eu escrevo poesias, se quiser dar uma olhada http://cadernodescolorido.blogspot.com.br/

    o/

    ResponderExcluir
  5. Amei o texto Marina, aqui onde eu moro
    No ônibus entramos pela frente e saímos
    por trás...
    Infelizmente eu pego ônibus errado direto!
    Huahauhauahauahauahauaha altas histórias
    engraçadas Huahauahuahaua


    BeijoO

    ResponderExcluir
  6. OI, Marina.
    Já peguei ônibus errado, e quando peguei, passei várias vezes do ponto, alta madrugada e eu voltando á pé pra casa.
    O mundo parou enquanto eu te lia.
    bjo

    ResponderExcluir
  7. kk PIor que ficar de pé no onibus, é ficar de pé e cair :x já aconteceu comigo! os motoristas correm muitooo! malditos u.u
    Lindo seu blog, ja entrei em onibus errado tb!
    passa lá se der blog novinho em folha
    http://lacodecabelo.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  8. Haha das poucas vezes que peguei ônibus sozinha(verdinho tbm^^), sempre penso que peguei o errado tbm!kkkkk'
    Mas no fim dá td certo! Afff detesto essa sensação de parecer estar em outro bairro...fiko meio em choque O_O kkk'
    bjsss!

    ResponderExcluir
  9. é foi este ano que comecei a ficar intimo dos ônibus e desde então não parei, aqui na minha cidade se entra pela frente e se sai por trás!! HAHA
    Eu nunca consegui me perder e nem pegar o ônibus errado, por que vivo atrasado e sonolento demais, dai tenho preguiça até pra me perder, acredita?

    www.estiloatrevidos.com

    ResponderExcluir
  10. Não pego muito ônibus...
    E quando pego, é com meus pais, então não tem muito perigo!

    Beijos,
    Mundorosaachock.blogspot.com

    ResponderExcluir
  11. Só andei de ônibus uma vez aqui na minha cidade, minha escola é bem perto de casa, e quando saio sempre é meu pai que me leva ou os amigos, por isso não sei qual a sensação de pegar o ônibus errado, ser forçada a ouvir a música dos outros... Enfim, talvez ano que vem, quando eu entrar na faculdade (tenho certeza que vou entrar, torçam por mim) eu precise andar de ônibus, não vou querer ocupar meu pai o tempo todo (a não ser que ele me dê um carro rsrs)
    Beijos, os seus textos são muito bons, sucesso!
    chic-lisboa.blogspot.com

    ResponderExcluir
  12. Eu nunca andei de onibus, o motorista do meu pai me leva. Se for andar de ônibus receber seu livro de mais ou menos 20 paginas, riso. Adorei o texto.
    #Besitos------------->http://mikaeetc.blogspot.com

    ResponderExcluir
  13. Oi,
    Muito legal o texto. Eu já andei de ônibus por um tempo e nunca peguei errado. Mais eu não sou do tipo distraída que saia pegando qualquer um, eu ia e pegava o mesmo todos os dias e com o mesmo trajeto e também mesmo horário. Eu sou do tipo que ficava cronometrando o horário já que não tinha cabeça e concentração suficiente para ler um livro no ônibus. É horrível, se você só sentada esperando o tempo passar já ficava se mexendo toda imagine lendo.. Deve ser horrível.

    http://witblogpessoal.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  14. ja pssei por cada uma dentro do ônibus, uma vez peguei o verdinho errado de manhã e só conseguir chegar em casa 3 horas da tarde, quando desci parecia uma zumbi, outra vez peguei no sono e acordei quando minha cabeça bateu com tudo na janela foi uma experiencia dolorida kkkkkkkk
    http://kelly-club.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  15. Nunca errei de ônibus , mas amei seu blog & já estou seguindo aqui viu ?
    http://lettynha.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  16. Hoje ainda não porque nem sai de casa. HSUAHSUAHS Mas erro.. principalmente quando estou acompanhada. Parece que o fato de não estar sozinha me deixa meio atrapalhada! Amei o blog guria. Beijinho.

    http://pequenasevidenciasdoamor.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  17. Ok, primeiro de tudo tenho que comentar: Eu amo seu blog, amo seus textos, amo o jeito que você escreve, enfim, você tem uma fã, pode ter certeza disso! hahaha
    Adorei o texto e me identifiquei, realmente, pegar onibus pode ser uma baita aventura (afinal, sempre tem umas figuras muito estranhas dentro dos onibus por aí). Nunca erro o onibus porque não me arrisco! Sou péssima com senso de direção, e se parar uma esquina antes do que o que estou acostumada, definitivamente eu não chego! Sério mesmo.

    Beijo
    http://semquerermeintrometer.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  18. Hoje nao, pq nao sai de casa tb! uhasuhsuhsa
    Mas ja me aconteceu isso.
    O pior: eu ainda nao conhecia bem a cidade, ai peguei um onibus que virou onde nao era pra virar, eu perguntei se ele nao passava na avenida que eu queria, ele disse que nao. Tive que descer, voltar e pegar outro.
    So depois de uns dias descobri que o onibus que eu tinha pego errado, fazia o mesmo caminho, so que por outro lado! kkkk Ou seja, nao era errado!
    E ler em onibus, eu nunca tive problema com o balanço. So com funkeiros, ai eu nao me concentrava asuhuhsuhhusahusauhshusahua
    Enfim, Marina, fico feliz que tenha gostado do tutorial! É gratificante ajudar pessoas que reconhecem! Obrigada.
    Um grande beijo, Jessica.
    Simples & Sereno

    ResponderExcluir
  19. Nunca andei de ônibus, quer dizer só fui para outros lugares, mas nunca usei pra ir a escola, a final a escola era bem ao lado da minha casa. kkkkk

    www.ecleticus.com

    ResponderExcluir
  20. Tenho o mesmo problema que ti ou saio atrasada, muito atrasada ou muito adiantada de casa, nunca cheguei na hora certa =/
    Isso de imaginar que pegou o ônibus errado é engraçado uma vez peguei o ônibus errado e vivi uma grande aventura mesmo.

    onetrackformysorrow.blogspot.com

    ResponderExcluir
  21. Cara, amei seu blog. Não, não falo só por falar. O mundo parou enquanto eu tava lendo detalhe por detalhe daqui.
    Amei tanto, que te coloquei no meu Blogroll!
    Beijo, preciso nem dizer que tô seguindo né?
    Marcela!
    http://tendenciadolescente.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir

 

Follow by Email

Theme e conteúdo por Marina R. - © Marina's Journal 2011 ~ 2017