Longe demais

29 de outubro de 2013

Aí que eu tô nesse estado chorandinho precisando de abraço e - AI MEU DEUS - meu namorado tá tão longe, e todo mundo em casa já tá dormindo, então não rola nem ligar a tv pra deixar um som ambiente e fingir ter companhia (faço isso quando tô lavando louça e não tem ninguém em casa ou do meu lado). O que me resta é abraçar o travesseiro e fingir que ele tá curtindo ser meu amigo (se ligou que a questão toda é fazer de conta que tem alguém do meu ladinho né?).

Enquanto a solução dos meus problemas (vulgo amorzão) ainda se encontra longe tão longe daqui, vou levando como dá. Como não tem leite condensado em casa (fim de mês sempre uma maravilha) pra fazer brigadeiro de panela pra acabar de com toda a chorumela, o jeito mesmo é ficar deitadinha debaixo das cobertas e esquentar a barriga com o notebook.

Aqui em casa a internet teu seu próprio toque-de-recolher que é monitorado pelo patriarca, aí de noitinha se eu quero ver filme ou baixar alguma coisa ou, sei lá, stalkear meu namorado, não posso porque internet não há. Lamentações à parte, o que me resta é ver sempre os filmes-de-sempre, os vip, os top confirmado (eu tenho uma eterna preguiça de baixar mais).

Como eu já disse, estou nesse estado conhecido como Abraça O Travesseiro E Chora, o que, não sei por que exatamente, sempre me faz querer ver Closer. Assim, pintou lagriminha no olho, bora abrir a pasta vídeos > filmes > Closer. Fazendo um belíssimo comparativo, seria como abrir a tampa da panela de brigadeiro.

Não sei, fico melhorzinha só de ver o título C L O S E R bem grudadinho nos meus zóio. Vem aquela sensação de que daqui a pouco eu vou chorar (mais um pouco), porque eu sempre choro. Sensação de que eu já sei todas as falas e mesmo assim fico toda boboca pensando "meldels que diálogo demais!!!". Sensação de inveja porque queria ser gata como a Natalie Portman. Hehe. ):

O filme é tão bom que nesse ponto já nem to mais nadando em lágrimas e nem vendo o próprio filme, porque pausei só pra poder abrir o Word e falar bem dele. To bem, já posso nanar.

Escrito de madrugada, mas por motivos técnicos - internet, hehe - só tô postando agora.
  1. Também vejo filmes quando estou assim. haha
    No meu caso é pra desviar a tristeza de uma coisa pra outra. Ajuda sempre.
    Tem um que eu gosto especialmente, se tu não viu, tenta ver: Toda forma de amor (ou Beginners ^^ )

    Beijo ;*

    ResponderExcluir
  2. Eu sei tão bem o que é isso, a distância as vezes dói tanto, mas dói de um jeitinho maldosooo...

    Mas maldade mesmo é desligar a internet de madrugada, eu ficaria louca... rsrsrs


    Estandy Books - A Estante Da Andy

    ResponderExcluir
  3. Realmente não é fácil ficar distante de quem amamos. Sei muito bem o que é isso. :/

    ACESSO PERMITIDO. <3
    http://acessopermitidoblog.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  4. Este comentário foi removido por um administrador do blog.

    ResponderExcluir

 

Follow by Email

Theme e conteúdo por Marina R. - © Marina's Journal 2011 ~ 2017