Cadê o propósito

30 de junho de 2016

Será que existe algum ponto da vida (de preferência bem antes de ela estar quase acabando) que a gente olha para trás e se sente satisfeito, a ponto de pensar "hm, acho que aproveitei bastante até aqui"? Ou a gente vai vivendo e, não importa o que aconteça, é esse eterno bem-que-poderia-estar-melhor combinado com aquela sensação de nunca conseguir aproveitar o tanto que a vida pode dar. Sei lá. Vejo gente que do meu ponto de vista está com a vida feita, com mil viagens, mil realizações, mil cursos e estudos, mas que diz que ainda não achou o propósito de vida. Que dirá eu, então, que nada disso tenho.

Mas sei lá, né. Tamo aí vivendo. Uma hora deve ficar melhor.
  1. Acho que é por isso que a gente tem que dar valor pra coisinhas pequenininhas que acontecem porque nunca se sabe, né? Nem sabemos ainda se a vida é real e etc... kkkkk
    Gosto de pensar que vai dar certo uma hora e a gente vai olhar pra trás e nossaaaa como fui boba em achar que ia ser sempre ruim!! ou não, também pode ser que sempre seja assim.
    Ninguém sabe né.

    ResponderExcluir
  2. Oi, Marina!
    Ainda bem que não sou só eu que penso assim... É tão chato isso, né? Tenho a sensação de que passo a vida buscando coisas e, quando as consigo, a felicidade não está ~completa~ como eu achei que estaria.
    Mas em algum ponto deve ficar melhor mesmo, não é? Quer dizer, tem que ficar. HAHAHA *risada histérica*

    Beijos ;*

    ResponderExcluir
  3. Patrícia Leardine6 de julho de 2016 20:07

    Em algum momento da vida a gente sempre se coloca em dúvida. Acho que funciona porque acaba levando para alguma ação. Quando eu achei que tinha encontrado um propósito, mudou. Depois que os anos passam sinto que fica uma essência de cada pedacinho que inspirou. Já olhei para trás e pensei que deveria ter aproveitado mais, ou aproveitado de outra maneira a vida maaas a gente só sabe mesmo quando toma a distância para observar. Às vezes eu sinto que a vida dá uma estacionada só pra gente respirar um pouco, dar-se ao luxo de ter dúvidas e, então, segue sem parar, às vezes até ao ponto de perder o fôlego. Saber aproveitar cada momento talvez seja a questão.
    Beijo!

    www.milpetalas.com

    ResponderExcluir
  4. Achei seu blog aleatoriamente, e adorei tudo, de verdade. Achei bem leve.

    E sobre seu texto, acho que ninguém nunca está satisfeito. É como se a vida fosse degraus numa escada... quando a gente sobre um, tem outro pra subir. A gente sempre tem desejos e metas que queremos cumprir. Minha lista só aumenta haha, é riscando um e anotando outro.

    ResponderExcluir

 

Follow by Email

Theme e conteúdo por Marina R. - © Marina's Journal 2011 ~ 2017