Eu passarinho

15 de outubro de 2016




Hoje foi uma ida frustrante à Porto Alegre. Queria ter comprado os materiais de costura que me faltam, mas encontrei todas as lojas fechadas. Pois bem, acabei só almoçando e comprando uma agendinha porque era bonitinha e que do nada me pareceu essencial (o Bruno comprou para mim, na verdade - obrigada <3). Nessa loja em que foi comprada a agenda tava tocando uma música de fundo, que nos últimos dias tem tocado como música de fundo em vários lugares que vou. Não sabia qual era, então fiquei prestando atenção até entender alguma coisa. "take me" e "church" foram as palavras ouvidas e foram essas que mais tarde em casa pesquisei para saber que sonzinho era esse, o que me levou a Take Me To Church, do Hozier. Achei maravilhoso. Achei também esse blog que dá uma explicada divertida sobre a letra.

Na volta, namorado e eu vimos um passarinho frustradamente tentando voar e não conseguindo. Levamos então para casa pra ver o que dava pra fazer. O diagnóstico dos meus pais é que é um filhotão de sabiá que se perdeu do ninho. O problema é que não tinha ninho nem nada em volta, e sozinho onde encontramos seria presa fácil para qualquer gato. Coloquei junto as calopsitas por enquanto, espero que fique bem.

* * *

Terminei de ler It: A Coisa ontem, se não engano, e adorei! Deve ser o maior livro que já li na vida, visto que o calhamaço tem mais de mil páginas. Achava que ficaria mais assustada com toda a questão do palhaço e tudo mais, mas que nada. O que me apavorou mesmo foram os "monstros" que podem ser as pessoas. E ainda sobre livros: tô lendo Stars Wars: A Trilogia de uma forma tão arrastada que não sei se essa leitura tem fim.

0 comentários :

Postar um comentário

 

Follow by Email

Theme e conteúdo por Marina R. - © Marina's Journal 2011 ~ 2017